Pular para o conteúdo principal

[RESENHA] Extraordinário - R. J. Palácio

   Fala aí galerinha! Tudo bem com vocês?
   Sei que hoje primeiro dia do novo ano muitos estão descansando e aproveitando o seu tempo para ter novas leituras, mas aqui pelo blog não para e peço imensas desculpas por não ter voltado antes, já que em Dezembro prometi postagens todos os dias, porém as festividades me mantiveram um pouco ocupada rsrs. Hoje então para começar com chave de ouro neste primeiro dia do ano e continuar assim o ano todo vamos com a resenha de Extraordinário! Vamos lá?
   Auggie ou August é um jovem muito especial, pois é um menino comum para si e que outras pessoas acham ser diferente. Ele possui uma doença rara que em seu nascimento foi tratado como um milagre, pois nem os médicos acreditavam que ele iria sobreviver, porém depois de várias cirurgias seu rosto foi moldando e assim chegar ao que é hoje o que o torna um pouco mais aceitável, porém não o suficiente.
   É chegado o dia em que Auggie precisa iniciar oficialmente o seu ano letivo o que o deixa um pouco apreensivo e não querer ir na escola, que é próxima a sua casa, porém conversando com seus pais acaba aceitando a decisão de que precisa de aulas que não são dadas por sua mãe vai um dia conhecer a escola e neste dia conhece 3 alunos, que apresentam a escola para ele e mostram que pode ser um ótimo incentivo começar a estudar lá, principalmente pelas aulas de ciências e os projetos que poderia fazer.
   Chegamos então em seu primeiro dia de aula e neste dia Auggie vê muitas pessoas que o encaram e sua vontade de voltar para a casa era maior do que tudo, mas sendo um personagem super forte ele fica lá e continua seus estudos, pois algumas pessoas não irão abalar o seu emocional, uma vez que sempre foi assim durante toda sua vida.
   Neste livro entraremos na vida completa de Auggie, além de outros personagens que serão seus amigos e também em sua família. Ele vai mostrar uma força incrível, porém que também é limitada, mas que ela volta cada vez com uma força maior. A escrita da R. J. Palácio é maravilhosamente fluída, porque ela consegue nos prender em todos os momentos passando tudo que se encontra na cena e mesmo assim não é algo cansativo e chato. 
   Por se tratar de um livro curto e da edição ser econômica ele ainda assim possui páginas amarelas e também consegue passar todo o conteúdo com uma fonte agradável e que em nenhum momento me incomodou. O que sinto falta realmente em todas edições econômicas somente é que as abas fazem literalmente uma falta muito grande para que o livro não se estrague facilmente.
   De resto tudo foi ótimo e também é uma maravilhosa leitura que recomendo para todos leitores. Sim, pois todos devem ler este livro para que possamos refletir em nossas atitudes para com outras pessoas e também compreender o que se passa na cabeça de cada um de nós.
   Espero que tenham gostado e que como final de resenha e começo de ano desejo a todos muita saúde, novidades e também amor no coração, além de claro não podemos esquecer de livros. E também deixo uma questão que é: Quais as metas literárias deste ano? Vou falar as minhas em uma próxima postagem e nos vemos em breve! Beijinhos e fui :*

Comentários

  1. Eu ainda vou ler esse livro, nem assisti o filme para não levar spoiler, minha melhor amiga já me falou para ler várias vezes e o Auggie parece ter muito para ensinar. Esse ano foi a primeira vez que coloquei metas literarias, tenho nada mais nada menos do que sete metas, mas a que pretendo cumprir esse mês é ler os livros que estão parados aqui em casa! Bjss
    https://thedesencantada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tuane, tudo bem? =)
      Nossa aproveita e lê sim <3 é uma ótima história e assim que ler me fale o que achou!
      Beijinhos :*

      Excluir

Postar um comentário