[RESENHA] A Imperatriz - M.Monni

 E aí galerinha, tudo bem com vocês?

Sei que estou bem sumida por aqui, mas são outros motivos que me levaram a isso, porém estou me organizando sempre para ter pelo menos 2 postagens por semana aqui no blog, já que são textos que envolvem uma maior pesquisa e também um conteúdo melhor abordado.

Por isso, hoje estou aqui para trazer mais uma resenha e quero avisar que ela vai ser muito especial, porque terminei de ler na segunda-feira (26/10) e já quis trazer a resenha por aqui, porque você precisa ler esse livro assim como eu li. Então, vamos lá conversar sobre A Imperatriz da M. Monni?

Em  A Imperatriz teremos a narração de Lívia. Ela é uma garota do Rio de Janeiro e que acaba de se mudar para São Paulo devido à sua mãe. Seus pais são separados e elas não são muito ricas, mas como o trabalho de sua mãe sempre foi exemplar, como nutricionista, elas se mudam para São Paulo para uma melhor qualidade de vida.

No entanto, chegando lá, Lívia precisa se acostumar a sua nova escola a CSB. Esta escola é para os mais ricos da cidade e por sua mãe trabalhar lá  Lívia ganha uma bolsa de estudos.

Tudo estava para ser muito fácil e ela passaria despercebida por todos alunos daquela escola, mas já no começo um rapaz, Bertrand, acaba se interessando por ela e como ele é o mais rico daquele local isso se torna um problema.

Ela vai acabar tentando entender tudo que se passa naquela escola até que recebe uma carta selada com um poema. Parece que haverá alguma festa ou coisa do tipo, ela, claro, fica curiosa e decide que precisa saber mais sobre isso.

No dia seguinte ela conhece Alice, uma jovem que vai se tornar uma de suas melhores amigas ou concorrente. Elas se juntam a mais uma jovem, Paulínia, e conversam sobre o que é este envelope, que nada mais é do que um conjunto de desafios para a consagração da nova Imperatriz do colégio.

"Tudo nessa maldita escola se limita às aparências. O preconceito, mascarado de meritocracia, revela a índole nefasta daqueles que assumem posições de poder." - A Imperatriz - Prólogo

Ou seja, este colégio tem uma Dinastia instaurada em seu interior e Lívia tem um passado a esconder de todos que lá estão. O que vai acontecer? Isso deixo com a leitura de vocês.

A narrativa me surpreendeu de uma maneira super positiva e não tenho nem como descrever a sensação deste livro. Ele nos surpreende desde a crítica política sobre a Dinastia, tanto em seu passado como na marcação do hoje.

Isso além de trazer mais argumentos durante a narrativa, nos deixa ainda mais irritados com o sistema que vemos no livro. Sendo assim, quando ela cria a Lívia, uma personagem que vai quebrar todas estas barreiras, nós ficamos a todo momento torcendo por sua vitória.

O livro levou 5 estrelas no Skoob e está entre um dos meus favoritos, simplesmente por trabalhar tão bem tudo que ela se propõe. Assim como o romance, que nos faz pensar cada vez mais do como ela conseguiu lidar com tantas coisas em apenas um livro.

Só posso dizer que amei demais a experiência e que quero com toda certeza recomendar a leitura para quem gosta do gênero. 

Nos vemos em uma próxima postagem, mas antes comente aí o que achou desta narrativa e se pretende ler o livro também. Beijinhos e fui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário