segunda-feira, 8 de junho de 2015

Amor Igual - Beto Lima


Olá pessoal, como estão?
Hoje trago para vocês a resenha do livro Amor igual do autor Beto Lima, que é um romance atípico, pois o romance é entre dois homens, ou seja um relacionamento homossexual, que me deixou bem surpreendida e do qual eu gostaria muito de expor minha opinião, pois neste livros os pontos fortes são bem marcantes, mas tem alguns detalhes que gostaria de ressaltar para que assim o autor pudesse melhorar cada vez mais.
Alexandre é um dos lideres de uma empresa de Publicidade e Propaganda, porém é um rapaz solteiro que começa a se preocupar, pois não tem nenhuma namorada e está começando a ficar velho demais (pelo menos é o que ele acha). Até que após uma reunião no shopping, reencontra uma antigo amigo da sua 8º série, Fernando, e estes tomam um suco e combinam de tomar um chope qualquer dia desses.
Fernando que era apaixonado por Xande na 8º série começa então a relembrar deste sentimento, que após essa reaproximação só cresce, fazendo com que este não pare de pensar em Alexandre por vários dias até que eles combinam o tal chope. Neste dia Xande aparece com uma amiga de trabalho Tânia (que era uma ex-namorada dele e que também é sócia na empresa junto com Alexandre e com o Sr. Ricardo) e achando que ela e Fernando se dariam bem Xande nem ao menos reparou que Nando estava mesmo olhando para ele e neste mesmo dia Nando convida Xande para ir passar alguns dias, na páscoa, na sua casa em Marataíses e lá decide que contará todos seus sentimentos guardados por 12 anos.
Quando viajam Nando não consegue dizer nos primeiros dias, mas quando diz esperando qualquer reação muito mal de seu amigo, mas... Não vou terminar de contar, pois dará spoiler e para quem se interessou precisa conhecer o livro.
“Amor Igual é um livro simplesmente lindo, porém o que pega como eu disse que iria falar é que o autor coloca na frase do Alexandre quando este está conversando com Tânia, amiga no fim da frase o que quebra o aspecto masculino dele no livro, mesmo quando ele afirma ser um homem com H maiúsculo, além das cenas mais fortes que poderiam ser menos descritas, mas que fazem total sentido para o que o autor quis passar que é não importa de quem você goste, mas se vale a pena lute e não se importe com que os outros vão dizer. Recomendo este livro como uma lição de vida e como um exemplo a ser seguido.” T.P

Espero que tenham gostado de mais uma resenha e vocês o que acham do relacionamento homossexual? Se quiser comentar sobre isso deixe seu comentário que vou adorar saber o que pensa, mas se também quiser falar da resenha do que achou todos comentários serão aceitos *-* Beijinhos e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário