Pular para o conteúdo principal

Resenha: Simplesmente Ana (Marina Carvalho)


   Quem diria que Ana fosse encontrar seu pai após 20 anos e ainda ser filha de um rei? Neste livro Ana acaba conhecendo seu pai, por causa dele ter procurado ela pelo Facebook e ter mandado uma simples mensagem assim: “Acho que sou seu pai”. Após conhecer Andrej e conversar com sua mãe Olivia, sua avó Nair, sua amiga Estela e com Artur (seu caso de BH), ela decide conhecer a Krósnia, o lugar de origem de seu pai.
   Ao chegar na Krósnia, ficou impressionada com o castelo e lá conheceu Irina, que era encarregada de ajudá-la, Karenina, a melhor cozinheira e quem a considerava como filha, Jorgensen, o motorista particular e o lindo e maravilhoso Alexander, quem irá ajudá-la a conhecer o lugar e com quem mais se divertirá.
   Alexander deixava Ana muito irritada e muitas vezes mole ( kkk é muito legal ver o que ela pensa). Ele tinha também uma namorada Kaila, ou como Ana chamava Nome de Cachorro, que teimava em se intrometer nos passeios de Ana e Alex, pois disse a Ana que ele tinha que trabalhar e ela o estava atrapalhando, mas Ana, como uma menina que amava discordar das outras pessoas, já tinha uma resposta na ponta da língua.
   “Simplesmente Ana é um livro muito engraçado e apaixonante, consegui lê-lo em 1 dia e mais ou menos 2 horas, mas foi uma excelente e agradável leitura. Por se passar na visão de Ana vemos todos seus pensamentos e comentários que muitas vezes, ela não falava. Ana é uma personagem bem diferente, não é uma patricinha igual a Kaila, mas tem opiniões fortes. Me apaixonei por Alexander ( e teria como não se apaixonar?), ele é um rapaz muito bondoso, mesmo que mude de humor facilmente e suas cantadas e seduções são incríveis (porque não sou a Ana?). O livro é realmente um clichê destes tipos de estórias, mas é muito, mas muito envolvente. Por eu ter adorado, não somente adorado, mas sim amado o livro eu super indico ele.” T.P.
   Espero que tenham gostado e até a próxima *-*


Comentários

  1. Ah, realmente o livro é uma delícia e a leitura é bem rápida! Também indico!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. A história não me parece muito original (já tem Os Diarios da
    Princesa, da Meg, não?), e eu não sou muito fã dos nacionais, então...

    http://fakereader.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li, mas ja esta na minha lista! Tua resenha está bem legal.
    Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário