Pular para o conteúdo principal

[RESENHA] A Culpa é das estrelas - John Green

   Olá pessoal, tudo bem?
   Espero que estejam ótimos. Hoje a resenha é do livro A Culpa é das Estrelas,  que além de ser famoso já possui um filme, o qual não vou falar. Para quem ainda não conhece o autor do livro é o John Green e se quiserem conhecer mais tem o site: http://johngreenbooks.com/. Peço também imensas desculpas, pois como estou sem câmera peguei uma foto do site que está na legenda, mas assim que possível volto com as fotos do blog. Vamos então a resenha?
Imagem do blog Melina Souza

   Hazel Grace é uma jovem de apenas 16 anos que cursa algumas aulas da faculdade sobre Literatura, porém  tem um sério problema, possui câncer há alguns anos e o mesmo está em uma fase bem critica, na qual apenas sobrevive por conta de uma medicação que tem efeito igual a uma droga.
   Para que não fique com tanta baixa estima, o que é comum para as pessoas com câncer, Hazel participa de um grupo (Grupo de Apoio para Crianças com Câncer), no qual todos que estão lá presentes já tiveram ou tem câncer, além de suas conversas serem sobre como superaram as crises de auto estima e também falar por quanto tempo estão com o câncer, o que se torna nem um pouco atrativo para ela.
   Em uma dessas reuniões aparece um garoto alto e muito bonito que chama muita sua atenção e após as devidas apresentações dentro do grupo não param de se olhar e acabam por no final da palestra conversar e isso faz com que eles se aproximem. Hazel descobre que seu nome é Augustus e que ele tem uma mania bem esquisita a de colocar um cigarro na boca, o que ele diz ser uma metáfora, uma vez que você esta "usando" o que te mata, porém sem matar, pois ele nunca acende nenhum e nem pensa em usar.
   De uma maneira bem confusa, Hazel se vê apaixonada por Augustus também que se vê apaixonado por ela, o que fará com que eles tomem outros rumos em sua vida e mudarão muitas atitudes, vivendo de uma maneira bem diferente e mais proveitosa. Onde esse amor irá chegar?
   Se apaixonar a primeira vista pode ser clichê e isso não acontece de forma tão grandiosa em A Culpa é das Estrelas, pois como temos a presença de dois personagens com doenças muito complicadas, mas que parecem não ser tanto, pois como os mesmos usam brincadeiras e vivem como pessoas normais, faz com que nós leitores observamos o romance em si e não as dificuldades impostas pela doença. Recomendo a todos.

   Espero que tenham gostado desta resenha, mesmo que bem atrasada e que acredito a maioria já tenha lido. Se já leram não deixem de comentar o que acharam. Beijinhos e até a próxima!

Comentários