Pular para o conteúdo principal

[RESENHA] As Aparências Enganam - Janaina Rico e Liana Cupini

   E ai galera, tudo bem com vocês? 
   Sei que estamos sem novas postagens desde quarta-feira passada e por conta disso resolvi fazer a postagem de hoje como uma resenha mesmo e espero que dê tudo certo com o meu cronograma. Hoje, vamos falar então do livro As Aparências Enganam, escrito por duas autoras nacionais, uma que já conhecemos por termos feito algumas resenhas de seus livros aqui no blog, Liana Cupini e a, outra mais conhecida pelos seus livros eróticos ou mais calientes, Janaina Rico. 
    As Aparências Enganam conta a história de Isabel, uma jovem que está prestes a se casar com Johnson, até que recebe uma faixa na frente de sua casa, bem no dia de seu casamento e nesta faixa está escrito, que alguém veria o seu noivo no casamento, porém o que mais pega é a assinatura como A OUTRA. Claramente vemos que se trata de traição até que Isabel, decide olhar no celular e as mensagens que vê a deixam mais estressada do que nunca e a faz abandonar seu marido, no dia do casamento e sair de Goiânia (Brasília) rumo a São Paulo, para fazer o que? Isso é o que nós saberemos.
   Temos então uma segunda história que aparece neste livro a de Luiza. Luiza mora em Brasília e trabalha para uma empresa, porém após uma noitada que acabou tendo relações sexuais com seu chefe, acaba sofrendo vários assédios e por isso decide que vai para São Paulo em uma oportunidade incrível de fazer um curso, para o qual fora selecionada e assim e com uma briga com seu chefe que não queria deixar que ela fosse, conseguiu o voo para São Paulo.
   As duas estavam viajando no mesmo avião e Luiza ao ver sua antiga amiga Isabel a poucos metros de distância dela, a chama e consegue que a senhora troque de lugar com ela. Conversam sobre tudo o que aconteceu e como Bebel não tinha onde ficar Luiza decide abrigar a amiga no flat de seu amigo que emprestou. 
   Duas pessoas com objetivos diferentes, mas com um mesmo pensamento: Depois dos desastres, tudo que precisamos é de mudanças. E é com isso que temos uma inversão de papéis, pois a loira, magnifica, com roupas exuberantes e sempre com salto deixa de ser Luiza e passa a ser Bebel. E a morena, simples, com roupas confortáveis e sempre nunca vista deixa de ser Bebel e passa a ser Luiza. E com isso temos uma reviravolta, que faz com que Bebel arranje um emprego e Luiza, mostre que é também boa em inteligência.
   A edição é muito bonitinha tem uma letra de tamanho bom para a leitura e em alguns momentos apenas aparecem alguns erros, que são um pouco perceptíveis, por conta de serem erros que podem trazer um certo estranhamento na leitura de um parágrafo. Além deste nos finais dos textos de Isabel, não nos primeiros capítulos, mas alguns do meio e do final terminam com uma mudança no tamanho da fonte. 
   P.S: Não sei se isso era intencional ou não, mas acho justo deixar esse comentário já que as vezes é bom para que a Editora revise a segunda edição do livro. 
   Em relação a escrita das autoras, ela é super leve e nos deixa bem acomodadas de acordo com o que vai acontecendo durante toda a narrativa. Não conseguimos perceber quem está escrevendo sobre quem, mas temos uma leve impressão, pois cada uma é bem diferente da outra e os pontos de vista acabam se diferenciando de algumas maneiras. 
   No final não poderia de deixar de falar da linda música que nos acompanha exatamente na última página do livro que é do Tom Jobim e sim foi uma escolha bem perspicaz das autoras, porque além de encerrar com chave de ouro, conseguiram transformar a história em algo bem diferente do que todos, com certeza, podemos imaginar. Levando assim 4,5 de nota, mas com apenas um pouco a menos que a nota máxima, por conta dos detalhezinhos e de algumas coisas no decorrer do livro que não me agradaram muito.
   Bem pessoal por hoje é apenas isto, um beijo a todos e até a próxima! 

Comentários