terça-feira, 2 de setembro de 2014

Os Três Mosqueteiros - Alexandre Dumas


   Olá pessoal, após uma semana ausente aqui no blog, por motivos de Bienal, hoje estamos trazendo uma resenha super legal e que só aconteceu, por causa de ter passado o filme Os Três Mosqueteiros na televisão (sim eu escrevi esta resenha há bastante tempo), o que me incentivou a querer ler o livro. 
   D’Artagnan é um jovem que não possui muito dinheiro, porém sonha em virar um mosqueteiro, seu pai é um velho amigo do líder dos mosqueteiros e com isso influência seu filho a realizar seu sonho e para isso ele manda uma carta para o líder, a qual o filho deverá entregar,e nada melhor do que uma jornada junto com o pouco de dinheiro que tinha e com uma égua muito debilitada para tudo acontecer.
   Já em sua jornada D’Artagnan decide dar uma folga a sua égua, então para em um bar, no entanto um homem zomba de sua égua e como se fosse um insulto a ele, ele chama o homem a luta e acaba perdendo, o que o deixa sem sua carta , pois o homem decide pegá-la e ficar para ele.
   Ao chegar no lar dos mosqueteiros, D’Artagnan fica impressionado com o vocabulário utilizado pelos homens de lá, mas mesmo assim pediu para falar com o Sr. Tréville (amigo de seu pai e líder dos mosqueteiros). Como teve que esperar para Tréville lhe atender ficou ouvindo a conversa de Porthus e Aramis, que depois descobriu ser os três inseparáveis, apenas faltava Athos.
   Quando foi chamado explicou sua história e ao ver o ladrão de sua carta saiu correndo e arranjou briga com Porthus, Athos e Aramis que mais tarde o ajudaram. Após marcar as três lutas foi se encontrar com o primeiro combatente Athos, mas a guarda do Cardeal apareceu e eles acabaram se juntando na luta e assim D’Artagnan conseguiu entrar para a Guarda Real do rei Luis XIII. Com todo este atrevimento, D’Artagnan era conhecido por todos e por isso fora chamado a várias urgências, o que o faz lutar e muito no livro todo.
   D’Artagnan também vai arranjar brigas com o Cardeal e com Lady Clark o que fará suas missões muito perigosas e se apaixonará também.

   “Os Três Mosqueteiros é um excelente livro e nos permite conhecer a história de 1627 na França, além de mostrar como que D’Artagnan virou um mosqueteiro. O livro mostra também, o quão difícil foi a passagem de D’Artagnan e diferente do filme, o livro trás mais informações e é bem divertido Recomendo o livro e o filme a todos.” T.P

   Esperamos que tenham gostado de mais uma de nossas resenhas e deixamos também o trailer para a apreciação de todos e até a próxima!

2 comentários:

  1. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a obra literária, o que é uma pena se pensarmos na importância de "Os Três Mosqueteiros" para a literatura/cultura mundial. Apesar disso, é muito bom saber que o livro consegue ser divertido. Acho essencial ter esse detalhe nos grandes clássicos.

    Abraços,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este livro é muito bom Ricardo! E eu estou preferindo ultimamente a me focar em classicos :D
      Beijinhoss
      T.P

      Excluir