Pular para o conteúdo principal

[RESENHA] Carrie A Estranha – Stephen King

   Fala aí galerinha! Tudo bem com vocês? 
   Espero que estejam ótimos e que estejam aproveitando muito para ler estes dias. Hoje vamos falar de um livro que é obviamente de terror, pois não temos como falar de Stephen King sem falar de terror não é mesmo? Então quem aí já conhece ou já viu o filme de Carrie A Estranha cá estou eu para falar somente do livro, pois foi o único que li, mas fiquei bem intrigada em ver como que se dá o filme. Vamos então a resenha?
   Carrie é uma jovem que sofre bullying com todos seus amigos de colégio, porém ela não vive somente uma vida super complicada na escola, mas também em sua casa, porque sua mãe é um religiosa que não aceita o dom dado a Carrie que é o poder da telecinesia e como ela não aceita esta condição de sua filha acaba tratando Carrie como uma pessoa que deve estar sempre de vista grossa e que não pode sair. 
   Carrie no entanto deseja ser uma menina normal assim como todos que estão perto de si, mas como sabe de sua condição vê que não é possível, porém consegue ir levando as ofensas e os mistérios, que acontecem lá e o qual é estudado pelos pesquisadores, sempre de boa e que não ofereça risco a ninguém além de sua mãe que é quem mais faz isso com ela. 
   No entanto é chegado o dia em que Carrie acaba saindo para o baile do ano escolar com o menino mais popular e neste baile, ela participa do concurso de rei e rainha, mas uma colega mal, que por ter feito uma brincadeira, quando Carrie se descobriu pela primeira vez menstruando, acabou sendo suspensa do baile e com isso queria de todas as formar ferrar Carrie e para isso ela junto com seu namoradinho (que era um rapaz mais velho e que estava sempre em confusão) preparou uma emboscada para o que seria óbvio, já que Carrie estava com o menino mais famosinho claro que ganhariam e subiriam ao trono e aí que estava o problema. 
   E com isso tudo mudará e as ações que vão acontecer tornaram Carrie uma pessoa totalmente diferente de quem ela gostaria de ser e assim interferindo em sua adolescência e em seu futuro. O livro em si é muito maravilhoso e como sempre King consegue levar nós a compreendermos o mal, pois eu fiquei bem angustiada com algumas situações e isso explicava muita coisa, tanto que Carrie não era tão estranha assim, ela gostaria de ser apenas uma adolescente normal. 
  Sendo assim a escrita é super fluída, mas King consegue como sempre colocar bastantes detalhes mesmo em estórias curtas. Já leu? Me fale o que achou! E se ainda não leu o que espera neste livro? Recomendo ele a todos que gostam de um bom terror, mas que se passa dentro da cabeça de uma jovem super especial. Nos vemos amanhã neste mesmo local! Beijinhos e fui!

Comentários