quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Leituras do Mês de Janeiro T.P

   Olá pessoal! Tudo bem com vocês?
   Hoje eu T.P vou mostrar minhas leituras do mês de Janeiro e já adianto que foram muitas (uhu) bem, mas não vou falar muito agora porque ela está em vídeo (desculpem pela qualidade mas não sei mais o que fazer nunca ficam boas!) e até daqui a pouco *-*



   Para quem quiser saber mais das resenhas que falei que ia deixar aqui na postagem são estes:
   - Estilhaça-me (Clique Aqui)
   - Diários do Vampiro - O Despertar (Clique Aqui)
   Então espero que tenham gostado e até a próxima! Beijinhoss

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Do Terror ao Romance.

    
   Ah.. Os vampiros!!! Quem nunca sonhou com Edward cullen...Imaginou Lucius Vladescul...se apaixonou pelos irmão Salvatore ou se encantou com Brad Pitt e
   Tom Cruise interpretando os sombrios, mas lindos Luis e Lastat na adaptação para os cinemas da obra mais conhecida de Anne rice, Entrevista Com O Vampiro? 

   As lendas sobre vampiros existem há séculos e muita coisa mudou com o passar do tempo e por isso, eu (G.S) fiz uma postagem especial para mostrar a vocês o contraste entre os vampiros clássicos (como o Conde Drácula de Bram Stoker) e os vampiros modernos (como os da saga Crepúsculo ou a série Como Salvar Um Vampiro Apaixonado).

   Sem mais delongas, em tópicos, selecionei alguns pontos que achei interessante mostrar:




   *Vampiros e suas segundas mortes (ou nao):

   Diferente dos vampiros clássicos, os vampiros modernos não morrem tão fácil. Em estórias como Diários do Vampiro, amuletos "do bem" como crucifixos, água benta, rosários, alho (este era utilizado na cura de doenças) não são mais eficazes quando usados para espantar vampiros! O modo como esses seres morrem se difere de autor (a) para autor (a). Na saga Crepúsculo, por exemplo, apenas vampiros conseguem matar vampiros (um humano não teria força suficiente para causar algum dano a espécie) e quando isso ocorre, o corpo do ser destruído, tem que ser picado e queimado. Já na obra de L.j Smith, se você fosse um vampiro não poderia se atrever a desafiar alguém armado com uma estaca de madeira, sair no sol sem um anel com função de bloqueador solar ou então tocar, beber ou cair em um poço com verbena.

   *O sol- Brilhar ou queimar?

   Em todas as obras que li ou assisti a adaptação para os cinemas, vampiros podem morrer em contato com o sol, porém há uma exceção.. Edward Cullen e os vampiros de Stephenie Meyer. Desde já quero que saibam que não a condeno por fazer Edward brilhar ao ser tocado pela luz do sol, afinal é a versão dela da lenda, mas apesar de eu não gostar muito da ideia, devo admitir que acho ideia bem autêntica! 
   Já em minha série de livros favorita como se livrar de um vampiro apaixonado, Beth fantaskey opta por tirar de vez à ameaça que o sol possa oferecer a seus vampiros.
  
   *Eternos bebedores de sangue:
   Uma característica que nunca mudou, e espero que nunca. mude, é o fato de os vampiros beberem sangue para sobreviver, afinal, vampiros sem sangue não são vampiros!
   *Sonhos.. Doces sonhos:
   Nas estórias antigas os vampiros podiam dormir e como não podiam sair ao sol, entravam em caixões e dormiam no período diurno(como podemos perceber nos livros de Anne Rice). Entretanto, os vampiros da atualidade são mais "humanos", ou seja, possuem costumes de humanos como dormem de noite ou quando querem e em camas normais, sem caixões. Neste caso e mais uma vez, Crepúsculo também se difere, pois na saga os vampiros nunca dormem- o que não deve ser muito legal.
  
   *Ah o amor- Seres que deveriam (ou não) ser sombrios seriam capazes de amar?
   Essa é a característica mais importante na diferenciação dos vampiros- antigos e atuais-que mudaram ao longo do tempo. já os presentes nas estórias de hoje, são bonitos, sensuais, apaixonantes e capazes de encantar qualquer mulher/ garota. Porém como já havia dito, nem sempre foi assim e podemos afirmar isso tendo como exemplo o Conde Drácula e o vampiro Nosferatu (personagem do filme alemão de 1922, dirigido por Friedrich Wilhelm Murnau). Nesta época, vampiros eram considerados seres sem alma e sem chance de amar e serem amados.
   Então a resposta correta é: os vampiros clássicos jamais seriam capazes de amar como Edward ama Bella, como Lucius ama Antanasia ou como Stefan e Damon amam Elena.

   Por hoje é so pessoal. Espero que tenham gostado e até a próxima!
  imagens google

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Leituras do Mês - G.S

   Olá leitores como estão?
   Hoje trago para vocês as minhas leituras do mês de Janeiro que não foram muitas, mas das quais eu gostei bastante! Espero que gostem e volto no fim da postagem *-*

   Como prometi aqui vai o link, pois não temos ainda a resenha de A Sensitiva como havia dito no vídeo...
   - Resenha Melancia (Clique Aqui)
   Espero que tenham gostado é até a próxima!

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

O Voo da Estirpe - Adriana Vargas

   Olá leitores(as) como estão?
   Na resenha de hoje vou contar um pouco do livro O Voo da Estirpe de nossa parceira Adriana Vargas e no final da postagem vamos falar da promoção que está ocorrendo no site da autora :D
   Clarice é uma escritora, que escreve alguns textos para um jornal da cidade, também é uma pessoa super realista e que adora ser sincera, o que a faz reparar muito nas outras pessoas. Ela também é um pouco pessimista e um pouco “para baixo”, até que certo dia ela sente que alguém a segue, acha tudo muito estranho, porém continua a fazer o que tinha para fazer. O rapaz de terno marrom que a perseguia estava a deixando nervosa, pois resolveu fazer tudo para ela, pagar sua conta no café e até compra uma roupa bem sensual no Sexy Shop e pede para o vendedor entregar a ela. 
   Achando que tudo isso é apenas uma brincadeira resolve ir atrás do tal homem e quando decide tomar café sente que há alguém a olhando e vê que é o mesmo homem do terno marrom... Ele decide ir ao banheiro deixando sua revista para trás e ela sem esperar acaba pegando-a e vendo que se tratava de uma revista de Kama Sutra, começa a pensar então decide ir ao banheiro encontrar ele... Quando chega lá olha por baixo das portas e o vê, resolve então abri-la e ele já a esperava e com um puxão a trás para si.
   Clarice começa achando um pouco estranho concordar em ir para a cama com o tal rapaz e principalmente entrar em seu carro, porém ela acaba gostando do que está acontecendo. Vão para a casa dele, mas ela nem ao menos sabe seu nome até que ao começarem a conversar antes de ela perguntar ele responde: Klaus. De repente já estão em sua cama e ele acaba adormecendo e ela começa a pensar no que havia feito e vai embora apenas deixando um bilhete com seu nome: Clarice.
   Ao voltar na sua casa ela começa a pensar em Klaus todas as noites e como gostaria de estar com ele novamente... Em um belo dia decide voltar ao apartamento de Klaus e ele já a esperava. Conversando mais algum tempo ele lhe conta que está com uma doença em fase terminal e que gostaria de aproveitar todos os dias que lhe restam...

   “Adorei demais esse livro, simplesmente me deixou apaixonada do começo ao fim confesso que fiquei um pouco confusa, pois ele se move de uma maneira bem diferente e as vezes não sabemos se está falando de duas almas que se encontram ou se eles são pessoas reais e isso só descobriremos lá no fim do livro, que Clarice terá que fazer uma grande escolha! O livro é muito lindo e mesmo doente eu queria o Klaus para mim ele é um homem que vale muito ^^. Super recomendo este livro!”T.P

   Espero que tenham gostado dessa resenha e uma super observação neste livro não sabemos o que vai acontecer se Clarice e Klaus ficarão juntos, pois a autora quis deixar para o segundo volume ... (o que está me matando de curiosidade *-*). Além dessa informação nós do blog fizemos um quote e estamos concorrendo como melhor quote no site da autora, porém não é somente nós que ganhamos vocês também ganham! Para saber como participar entre no site: Adriana Vargas e vote muito!
   Para quem não sabe qual é o nosso quote aqui vai ele ^^ e aguardamos o votos somos o número 16 com nome Thami Giovana (nos ajudem ^^). A votação vai até o dia 12/02 :D

   Beijinhos e até a próxima!!!
   Resenha feita por:

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Séries de TV X Livros


   Olá leitores (as) como estão?
   Na postagem de hoje eu e a G.S iremos discutir sobre um tema polêmico que é quando uma série de TV vira livro e quando um livro vira série de TV. Daremos um foco maior para Diários do Vampiro, porque é a que mais acompanhamos e por ser uma de nossas prediletas, mas iremos citar outras que também conhecemos por nome e também algumas que já alguma vez assistimos ou lemos algo sobre elas. 

   - Livro X Série de TV
   Em relação a livros que viram séries de TV nós, ainda com o foco em Diários do Vampiro, preferimos os livros do que a série (gostamos dos dois mas por alguns motivos preferimos os livros - Nada contra a série), pelo fato de no livro ter mais detalhes e por nos dar liberdade para imaginar os personagens e suas características, que criam um ar diferente para o personagem, além, claro, do local, que muda consideravelmente, enquanto na série somos "presos" de tal liberdade e ainda a estória se altera na mudança de nomes de lugares e de personagens, além de também mudar algumas características que marcam o livro.

   - Série de TV X Livro
   Quando falamos em séries de TV que viraram livro, não temos uma opinião definida. No caso de The Walking Dead o livro mostra mais detalhes, porém nem sempre pode ser para melhor, dependendo muito de como é colocado e mesmo para os fãs pode ser que não gostem de que acrescentem mais do que a série mostra, pois isso era o que marcava o episódio e tal, ao mesmo tempo pode ser bom o acréscimo de algum pensamento que na TV não dá para demonstrar.

   Alguns outros exemplos de Séries que viraram Livros e vice e versa são: Pretty Little Liars, Gossip Girl e Dexter.



   Esperamos que tenham gostado e se tiverem algo para acrescentar ou alguma opinião sobre o assunto deixe seu comentário que vamos adorar saber. Beijos e até a próxima!.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Melancia- Marian Keyes


  
   Olá leitores, tudo bem com vocês? 
   Hoje eu(G.S) vou fazer a resenha de um dos livro mais vendidos da autora Marian Keyes, Melancia.
   Melancia.... acredito que muitas pessoas, assim como eu antes de ler o livro, se perguntam o porquê desse título tão excêntrico e divertido, então decidi iniciar a resenha de hoje esclarecendo, com base no livro, o título.
   Para quem já conhece algumas obras da autora, sabe que (na minha opinião) elas possuem títulos que não são muito criativos. Alguns bons exemplos disso são os livros Férias, Sushi, Casório?! e Los Angeles. E que assim como nos títulos, nas escrita a autora também é bem dinâmica e gosta muito de mostrar situações cotidianas como a estória de Claire em Melancia, o seu maior sucesso.
   Claire além de ser a protagonista é quem narra a estoria, de uma maneira mais descontraída e com varias doses de humor, apesar de a situação narrada ser, a principio muito tensa. Com a filha recém nascida no colo e após ter escutado do próprio marido que fora trocada pela vizinha, Claire se vê confusa, desiludida e redonda feito uma melancia (dai que surgiu o título) e uma das primeiras coisas que pensa em fazer é se mudar para a casa de seus pais. Então rapidamente deixa o apartamento que compartilhava com James e pega o primeiro avião. 

   "Abri meu armário e recuei, com a repugnância que meus vestidinhos me davam. Não havia dúvida a respeito. Todos falavam de mim. Eu quase podia vê-los acotovelando-se e dizendo: 'Olhem para ela, vejam seu tamanho. Será que pensa, honestamente, que elegantes e pequenos tamanhos P, como nós, caberiam em qualquer corpo tipo caminhão, na faixa do GG, como o que ela está arrastando de um lado para outro? Não é de admirar que seu marido tenha fugido com outra mulher'." - Marian Keyes - Melancia

   Totalmente desnorteada, porém já na casa de seus pais, Claire entra em depressão, começa a beber, negligência totalmente sua filha Kate deixando-a aos cuidados apenas de sua pobre mãe, e o pior opta por abandonar os banhos diários (#eca). Sim, ela se encontrava no fundo do poço!! mas apenas até até se tornar amiga do lindo, simpático e jovem Adam. Entretanto, quando tudo parece ir bem, James a procura e Claire tem que escolher em pedir o divórcio ou perdoá-lo. 

   "Melancia é um romance daqueles que se ri muito com as experiências sempre bem exemplificadas. Claire é uma personagem forte que soube dar a volta por cima após ter enfrentado a que deve ser uma das piores e mais frustrantes situações que uma mulher pode passar, a traição. O modo como a autora conta esses "casos da vida" é o que diferencia esse romance de tantos outros. Ela escreve de uma maneira mais século XXI, isto é, não tao formal e mais humorada." G.S.

   Por hoje é só pessoal. Espero que tenham gostado e até a próxima :D

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Jornal 4 You Books Mania de Novidades

   Olá pessoal como estão?
   Hoje decidimos fazer mais um jornal de novidades para que vocês possam conhecer algumas das novidades de outras Editoras. Dessa vez fizemos de três Editoras: Novo Conceito, Galera Record e Intrínseca.

   OBS.: Mais infomações estarão abaixo do vídeo.


   - A Menina que Roubava Livros capa inspirada no filme mais informações (CLIQUE AQUI)
   - O Mundo pelos Olhos de Bob mais informações (CLIQUE AQUI)
   - Journey será publicado pela Galera Record mais informações (CLIQUE AQUI)
   - A Cidade dos Segredos Editora Novo Conceito mais informações (CLIQUE AQUI)

   Esperamos que tenham gostado e se puderem deem um like no vídeo no nosso canal do Youtube não se esqueçam de se inscreverem no Canal ^^
   Beijinhos e até a próxima!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Resenha: Marcas na Parede - Vários autores


   Olá leitores (as) do blog como estão?
   Hoje trouxe para vocês a resenha do livro que ganhamos da Editora Andross, porém estou com algumas dificuldades em fazê-la por um simples motivo o livro é cheio de contos, mais precisamente são 47 contos e todos são de terror e suspense (o que da muito medo). Para não complicar a resenha decidi então falar de 3 contos e os outros deixo para quem gostar (rsrs) e para quem adquirir o livro.
   Os três contos que eu selecionei foram os que me chamaram mais atenção, mas todos são ótimos tanto que foi super difícil de escolher somente 3 dele. Vamos então as resenhas.
   O primeiro que escolhi foi O Poder das Palavras, que foi escrito pela Larissa Caruso. Neste conto o autor conversa conosco, colocando-nos frente a situações que precisamos imaginar e também fala o que estamos fazendo com se estivesse nos vendo e narrando. Porém o que há de assustador nisso? O que dá medo é que ele fala que estamos vendo algo passar então acabamos realmente indo olhar o que é muito bom.

   “Um vulto passa á sua direita, visível somente em sua visão periférica. Seu olhar desvia-se das páginas, observando os corredores com cautela, à procura de uma confirmação.” - Páginas: 107 e 108.

   O segundo foi A Casa no Fim da Rua, da autora Cecília Torres Nogueira. Sei que vocês podem estar pensando que já existe um livro com esse nome, porém neste conto a autora mostra a visão de um rapaz que viu exatamente o que aconteceu na casa, mas todos o acham maluco. Este conto é super legal e nos faz entender algumas coisas.

   “Certa vez, o rapaz, justamente porque naquele dia era o aniversário da morte da tal família,convidou um amigo vizinho para esperá-lo no ponto de ônibus.” – Página: 201.

   O último conto que escolhi foi Espelho no Corredor da autora Ieda Silvia Castaldi. Neste conto temos a estória de um casal que compra um antigo espelho e com isso a mudança no comportamento do homem da casa é que vai ser um terrível transtorno. Já deu para imaginar o que vai acontecer não é?

   “Quando Aline comprou aquele belo espelho para seu corredor, não se preocupou em saber nada sobre ele. Bastava-lhe o fato de ser um exemplar vitoriano legítimo.” – Página: 71.

   “O livro todo é surpreendente, não parei de lê-lo um instante e por ser composto de contos pequenos pude ler com calma e avaliar melhor cada um. Os contos, em geral, são super bem elaborados e muitos são de dar medo. Recomendo a todos!” T.P
   Para finalizar a resenha espero que todos tenham gostado! Até a próxima ^^.

   Resenha feita por:

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Melhores Leituras de 2013

   Olá pessoal, como estão?
   Hoje eu, T.P., fiquei de fazer uma postagem para vocês então após conversar com a G.S., decidimos cada uma selecionar os três melhores livros que lemos no ano de 2013... No total serão seis livros que vocês irão conhecer. (Todas sinopses foram retiradas do Skoob). Porém antes de começar a contar para vocês as nossas indicações gostaríamos de desejar um Feliz dia dos Leitores! Vamos então aos livros:

   Indicações G.S
   - Como salvar um vampiro apaixonado - Beth Fantaskey
   Sinopse (Skoob): Quando Jessica Packwood descobriu que era uma princesa vampira romena, sua pacata vida adolescente virou de pernas para o ar. Ela precisou fazer as pazes com seu passado e vencer muitos obstáculos para ficar com seu belo príncipe, Lucius Vladescu. Depois de se casarem na Romênia, agora Jessica e Lucius devem unir os clãs mais poderosos dos vampiros e estabelecer a paz de uma vez por todas.
   Mas primeiro ela vai ter que convencer uma nação inteira de vampiros ardilosos de que tem plenas condições de se tornar rainha. O problema é que Jessica nem mesmo consegue pedir uma refeição decente aos empregados de seu castelo, quanto mais lidar com súditos mortos-vivos malignos que adorariam vê-la fracassar.
   Tudo se complica ainda mais quando Lucius é acusado de assassinar um vampiro Ancião e é condenado à masmorra, onde espera pelo julgamento que pode levá-lo à morte. Jessica então se vê em apuros, lutando não só pela vida de seu amado, mas também pela própria sobrevivência em um mundo repleto de intrigas.
   Desesperada para provar a inocência do marido, ela conta com a ajuda de sua melhor amiga, Mindy Stankowicz, e do misterioso primo italiano de Lucius, Raniero Lovatu. Mas será que a princesa pode mesmo confiar neles?


   - Sherlock Holmes: Um Estudo em Vermelhor - Sir Arthur Conan Doyle
   Sinopse (Skoob): O cadáver de um homem, nenhuma razão para o crime. É a primeira investigação de Sherlock Holmes, que fareja o assassino como um “cão de caça”. Lamentava-se de que “não há mais crimes nem criminosos nos nossos dias”, quando, nesse instante, recebe uma carta a pedir a sua ajuda — o cadáver de um homem foi encontrado numa casa desabitada, mas não há qualquer indício de roubo ou da natureza da morte. Sherlock Holmes não resiste ao apelo, mas sabe que o mérito irá sempre para a Polícia.
   Um Estudo em Vermelho (1887), de Arthur Conan Doyle (1859- 1930), é a estreia de Holmes. A história foi editada pela primeira vez na revista Beeton’s Christmas Annual e logo fascinou inúmeros leitores, para quem o endereço do detective — 221B Baker Street, Londres — se tornou uma das ruas mais famosas da literatura. As deduções do investigador são narradas pelo seu amigo, o Doutor John Watson, uma espécie de Sancho Pança de Holmes.



   - O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder





   Sinopse (Skoob): Cartas anônimas começam a chegar à caixa de correio da menina Sofia. Elas trazem perguntas sobre a existência e o entendimento da realidade. Por meio de um thriller emocionante, Gaarder conta a história da filosofia, dos pré-socráticos aos pós-modernos, de maneira acessível a todas as idades.








   Indicações T.P
   - A Menina que Roubava Livros - Markus Zusak
   Sinopse (Skoob): A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler.
   Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.
   A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público. 

   - Desejo à Meia-Noite - Lisa Kleypas
   Sinopse (Skoob): Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos. 
   Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
   Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

   - O Milagre - Nicholas Sparks
   Sinopse (Skoob): Vestido de preto da cabeça aos pés e com a aparência de alguém sempre pronto para ir a um velório, Jeremy Marsh reflete em seu estilo uma forte vocação para encarar a vida de uma forma racional. Badalado pela mídia, respeitado pela comunidade científica, aos 37 anos o jornalista assina uma coluna na prestigiosa revista Scientific American - sem, contudo, emplacar um relacionamento feliz. A saída que Jeremy encontra para exorcizar o fantasma de um casamento desfeito é negar a existência de outros tipos de fantasmas: aqueles que arrastam correntes e aparecem sob lençóis.
   Seu trabalho como freelancer já o fez viajar pelo mundo à cata de lendas urbanas como a do monstro de Losh Ness. Por isso, não se surpreende ao receber a carta de Dori McClellan, uma senhora com poderes divinatórios que o convida a investigar as misteriosas luzes de Cedar Creek, um antigo cemitério de escravos que teria sido alvo de uma maldição.
   Acionando seu agente e um cameraman tatuado e beberrão, Jeremy deixa Nova Iorque e parte em direção ao sul dos Estados Unidos. Essa é a terra da sofrida Lexie Darnell - alguém que longe de ser uma mocinha ingênua do interior, se mostra vacinada contra os avanços de qualquer conquistador da cidade grande. Mas será que um forte sentimento pode ultrapassar as fronteiras que separam a fé da descrença? 

   E estas são as nossas indicações das melhores leituras de 2013. Quem gostou? Se gostou de algum deixe um comentário falando qual e se tiverem alguma recomendação para o blog deixe lá também! Beijinhos e até a próxima!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Amor Orgulhoso- Carol Grace

   
   Olá pessoal, como vocês estão?
   Hoje, eu G.S, farei a primeira resenha do ano, e o livro foi escolhido em clima de férias, pois se passa na apaixonante Itália, mais precisamente na Sicília (ilha do Mediterrâneo). 
   Isabel é uma americana batalhadora e acostumada com a vida dura. Porém, quando sua vida parecia estar caminhando em movimento retrogrado, ela descobre que herdou de um tio um vinhedo na ilha da Sicília, na Itália, e pela situação em que se encontra, Isabel pega o primeiro avião para a maravilhosa Sicília com o objetivo de reerguer-se. 
   Chegando na Sicília, mais precisamente nas proximidades do vinhedo herdado, Isabel se depara com um belo italiano (sem camisa) que estava entre os vinhedos certificando-os, e resolve pedir ajuda (pois não sabia encontrar suas terras) com seu italiano patético de nível iniciante. Por sorte belo homem, sabia falar fluentemente o inglês (com um sotaque italiano, que devia ser uma graça). 
   O italiano, já sabendo quem era a moça a sua frente, se mostra um pouco rude e arrogante, pois para ele, Isabel seria uma Americana boba que não sabia o que estava fazendo quando resolveu aceitar como herança de seu tio um vinhedo em ruínas. Uma americana boba que aceitaria, no momento em que visse o vinhedo, vende-lo para sua família, afinal, o charmoso italiano era Dario Montessori, que por sentir-se culpado, estava disposto a ter de volta o vinhedo que outrora perdera. 
   O orgulhoso Dario então resolve mostrar a Isabel o vinhedo e a região para convence-la a voltar para seu país, mas acaba conquistando e sendo conquistado pela bela ruiva.
   -Será que Isabel vende seu vinhedo ou consegue reergue-lo, e com ele, uma vida nova?
   -Dario ama realmente Isabel ou apenas se sente atraído por ela?
   -Será que a paixão superará o orgulho?

   " Eu simplesmente me apaixonei pelo livro e por Dario é claro. A história é maravilhosa e se passa em um dos lugares que pretendo conhecer(cheguei a essa conclusão após as magnificas descrições da autora referentes aos vinhedos, ao mar as belas paisagens e aos sítios arqueológicos presentes nesta ilha). Este é um daqueles livros que você não consegue parar de ler. super recomendo a todos."
  

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Happy New Year!!

   Olá leitores, 
   Gostaríamos novamente de pedir desculpas, pois com a correria do mês de dezembro, não tivemos tempos de programar nada nem de criar uma postagem legal. Para reiniciar nossas atividades preparamos um post especial para iniciar o ano com chave de ouro!!
   Selecionamos dez personagens dos nossos livros preferidos que são de apaixonar ^^.
   -Damon Salvatore- Diarios do Vampiro;


   -Patch Cipriano- Hush Hush

   -Scott Parnell- Hush Hush






   - Will- A Última Música


   - Peeta- Jogos Vorazes:


   -Percy Jackson- Percy Jackson & Os Olimpianos


   - Jasper Hale - Crepúsculo


   - Carlisle Cullen- Crepúsculo

   - Tyler Lockwood (série) ou Tyler Smallwood (Livro) - Diarios do Vampiro (The Vampire Diaries)


   - James- Crepúsculo


   E por hoje é só! Esperamos que tenham todos um ótimo 2014 e que esse ano seja repleto de paz, saúde, amor, felicidade e muitos livros (kkkk). XOXO ^^