Pular para o conteúdo principal

Vidas Secas - Graciliano Ramos

   Esta estória é muito legal e também diferente dos temas abordados aqui pelo blog. O livro também tem um diferencial, pois seu autor criou um livro que pode ser lido em desordem, ou seja, não é necessário que leiamos de forma cronológica.
   A estória começa com o capítulo Mudança, neste a família está em busca de uma terra favorável para se morar e ao acharem se mudam para a casa e lá começam a trabalhar, pois não tinham como pagar o dono do local que havia ido lá para cobrar as dívidas se eles queriam mesmo morar lá.
   Fabiano e seus dois filhos trabalhavam cuidando do gado, mas quem realmente trabalhava era Fabiano. O filho mais novo era apaixonado pelo que seu pai fazia e um certo dia se inspirou em cuidar dos animais e acabou em uma enrascada o que torna o capítulo muito engraçado. Porém quando lemos o capítulo Baleia temos uma grande decepção que não contaremos, pois se contarmos a expectativa ao ler se perde.
   Bem, além destes personagens tem a Sinha Vitória que tinha um sonho muito louco, mas pelas condições em que eles viviam temos muita dó dela e vemos que o que ela queria seria realmente útil. Temos também o Soldado Amarelo que acaba prendendo Fabiano por nada, o que nos deixou muito intrigadas.
   Indicamos o livro a todos, a leitura é simples, mas muito emocionante, pelo fato de trabalhar com todos os nossos sentimentos. Além do livro existe o filme que é muito antigo (de 1963) mas também é bem interessante, o qual deixaremos um pedaço do filme aqui em baixo:


   Aqui está o fim de nossa resenha até mais!

Comentários

  1. Olá!!
    FOi muito bom para mim ler uma resenha de vidas secas, tinha horror a este livro por causa dos tempos de escola...hehe.

    O livro deve ser ótimo realmente, mas acredito que uma adolescente de 14 anos ainda não tem maturidade para ele, acho que por isso que fiquei com uma má impressão. Vou tentar de novo!

    Beijoos!
    http://my-literarylife.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário